sábado, 16 de janeiro de 2016

2015 - Novo recorde

2015 foi sem dúvida um ano que nunca irei esquecer... Foi um ano de muitas alegrias relacionadas com a pesca mas acima de tudo a nível pessoal. A experiência da paternidade, os sustos que se revelaram apenas em momentos menos bons, o estabelecer novos recordes pessoais na pesca, etc...

O primeiro peixe de 2015 digno de registo, um belo robalo...

Surfcasting

Passei uma semana inteira de volta do Windguru a ver, e a rever, as previsões para o fim de semana e apesar de nada animadoras com chuva, vento e mar de quase 3m. A vontade era tanta que ficou decidida uma jornada para o primeiro dia de Fevereiro, fossem quais fossem as condições tinha de ir...

Mensagens e telefonemas feitos e companhia nada... Como em tantas outras vezes, resolvi que iria na mesma, ainda que sozinho. 

Uma ida para a garagem onde guardo o material arrumar a mochila para arrancar cedo.

Chegado à praia... "jAsus!!!" Chuva nada, mas vento e mar bravo...   

Já no areal vejo uma pessoa de alguma idade a meter o material às costas e depois do cumprimento matinal oiço um "Amigo... Hoje nem vale a pena que o mar não deixa..."

Teimoso como sempre... Material montado, chumbadas piramidais de 180g, estralhos com 0,50 e anzol 3/0 e siga... Ou têm boca para engolir o anzol, ou nem vale a pena o trabalho...

Nem 2 minutos e as chumbadas de 180g estavam em seco... Novo plano... Mudar para chumbadas de garras... Ou aguentava ou tinha de me vir embora que não tinha âncoras comigo... Montagens mudadas nas 2 canas e siga lá para dentro... Aguenta-se...

Passado uns 40 minutos recolho uma das canas e não estava a enrolar o estralho... Vi a outra e novamente a pescar... Não passaram 10 minutos de ter lançado a cana quando a vejo vergar com uma violência tamanha, que corri para junto dela e vi-me à rasca para a tirar do suporte. O primeiro pensamento que tive foi "porquê ter trazido a equipa B para um dia como hoje quando tenho material bem melhor"... A embraiagem do velhinho Hiro Magna 10005 aguentava-se à bomboca e correspondia com o que lhe era pedido... Perdi a noção do tempo e apenas ia aguentando as investidas do que sabia ser um bom peixe até que me deu alguma folga para recolher uns metros de linha enquanto o ia acompanhando ao longo da praia... De repente torna-se um peso morto e lá o consegui trazer para junto da rebentação e ai sim comecei a dizer mal da vida... Consegui vislumbrar algo prateado, mas não vendeu barata a pele e fez mais 4 arranques quando estava praticamente a deixar-se ver, e vencer... Após cerca de 15 minutos, não tenho noção do tempo que passou no decorrer da luta, coloco-o em seco com a ajuda de 3 ondas que vieram na cadência certa (melhor sorte e ajuda teria sido impossível).

Puxo-o para longe da água e a primeira reacção foi tirar uma fotografia e enviar ao meu pai onde só dizia "Até as pernas me tremem". E bem verdade foi, com o escassear da adrenalina do momento senti uma má disposição e tive de me sentar e beber um chá quente que tinha levado no termo :).

A primeira foto do "peixinho", ainda sem ter noção do peso exato


Como sempre ouvi o meu pai contar do meu avô quando apanhava peixe grande... "Vamos embora que não apanhamos um maior"... E assim o fiz, material guardado e visto que não tinha balança comigo liguei a um amigo, e companheiro de muitas jornadas de pesca, para passar pela casa dele para pesar o "peixinho".

Quando cheguei o ar dele ao ver o robalo foi quase tão bom como o da minha mulher (sim, mal viu o matulão a sair do saco saiu a correr bater à porta da vizinha para ela ir ao terraço ver o que lá estava).

Mais umas fotografias e momento da pesagem... 8.5kg de robalo apanhado num dia em que apenas o vicio e a teimosia me fizeram ir para a pesca...


Momento da pesagem


Aqui fica com uma escala do porta-bagagens da minha carrinha:


E a cabeça que se tornou numa bela sopa de peixe feita pelo mestre cozinheiro, e meu avô!!


Material utilizado, aka, Equipa B

Canas:
     Shimano Beastmaster 420 TE
     Daiwa Samurai S45H

Carretos:
     Hiro Magna 10005
     Okuma Axeon


Sem comentários:

Enviar um comentário